Passo A Passo Para O Beijo Perfeito

Dizem que o beijo perfeito não existe, que o que existe é aquele par único que se encaixa com a gente de um jeito especial e nos faz enlouquecer usando a boca e a língua.

Tudo bem, isso até pode ser verdade, mas dá para se tornar aquela pessoa que atrai o outro a partir desse gesto de carinho, porque sabe como fazer e faz muito bem.

Sim, para tudo existe técnica, e no caso do beijo perfeito essa lógica não é diferente, absolutamente. A seguir falaremos mais sobre isso, então veja as nossas dicas sobre esse assunto.

Passo A Passo Para O Beijo Perfeito

Entenda mais sobre o beijo perfeito

Normalmente quando se fala desse tipo de dica o que a gente vê são ensinamentos sobre como ser mais sensual, ou sobre como enlouquecer um homem na cama por completo.

A questão é que o beijo não é algo tão simples assim, que a gente já nasce sabendo fazer, e fazendo bem. Você provavelmente conhece um monte de gente que é bem ruim beijando e que você não beijaria de novo, se pudesse. O cara dos seus sonhos também, e certamente você não quer entrar na lista negra dele.

A dica para isso, então, é aprender a se preparar, e existem estratégias claras para tornar o beijo perfeito uma realidade, não uma utopia. Começaremos a seguir, confira:

  • Cuidado no primeiro beijo – Nele a ânsia de muita garota é impressionar o cara, fazer aquele beijo super sensual e molhado, que deixa qualquer sujeito maluco. Tudo bem se for assim, mas o ideal mesmo é que seja um carinho mais misterioso, em que você mostra um pouco do que sente, mas não tudo.

A proposta aqui é atraí-lo, ou seja, fazer ele pedir por mais um, porque foi bom, claro, mas porque ele quer entender o que mais você esconde, o que mais tem guardado nos seus lábios, na sua boca;

  • Capriche na higiene – Não existe beijo perfeito sem higiene. Muita gente parece se esquecer disso, mas a escovação, o uso de fio dental e de enxaguante bucal são primordiais para manter os dentes limpos e a boca saudável.

Além disso, também é fundamental beber mais água para manter os lábios hidratados e as suas mucosas mais úmidas, o que é bom porque evita aquela aspereza desagradável, aquelas rachaduras e também te protege de mau hálito.

Ele, aliás, deve ser evitado ao máximo. Se tiver incidência desse problema converse com seu dentista e tente resolver. Tudo é decisivo para que o beijo dê certo e ficar se protegendo com o uso de balinhas refrescantes não vai resolver por muito tempo;

  • Não se apresse – A afobação é inimiga do beijo ideal. Muitas mulheres estão tão nervosas por aquele momento enfim estar rolando que tornam o beijo muito mais rápido do que ele precisaria ser.

Não é bom que seja assim, até porque um dos grandes trunfos do beijo é que ele é relaxante, então trabalhe com o tempo a seu favor. Nada de desespero, de correria e se está inseguro sobre suas habilidades para beijar pode crer que acelerar o processo para esconder só vai evidenciar;

  • Use a pressão certa – Um beijo que pressiona demais a boca do parceiro faz com que dentes se batam, empurra o outro para trás e tudo isso passa uma impressão bastante desagradável: a de que você é agressiva para caramba.

Agora, aquele beijo super contido que mal encosta na boca do cara também é péssimo, porque acaba sendo sem personalidade, sem vida, sem potência, o que não é legal.

Para chegar a um grau bom o ideal é que você imagine um aperto de mão. Se a pessoa aperta demais você se assusta, e se ela te cumprimenta com “mãos fracas” você logo estranha. Da mesma forma, o beijo é um tipo de cumprimento e para ele ser ideal precisa ser no grau perfeito;

  • Seja sábio com a língua – O beijo perfeito em muitos casos depende da língua, mas usá-la demais nunca é bem-vindo, de verdade mesmo. O ideal é que ela só entre em ação quando o beijo está quente, quase pegando fogo, e aí ela vem para oferecer esse toque a mais, essa potência extra.

Agora, em alguns casos ela acaba sendo super usada porque as pessoas parecem não saber beijar sem utilizá-la, mas existem várias formas possíveis, como abrir levemente os lábios entrelaçando com o do outro, fazendo biquinho e por aí vai.

Agora, se chegou a vez da língua aparecer a gentileza e a calma são fundamentais. É importante lembrar que trata-se de um músculo forte, então se você enfia sem medo na boca do parceiro pode machucar. A ideia é tocar levemente a do parceiro e assim irem se tocando à medida que se beijam.

Carícias suaves e leves são mais sensuais e mais estimulantes do que qualquer coisa feita de um jeito apressado, impensado e imaturo. Se dê os minutos necessários para beijar bem quem você está gostando ou amando, vocês dois merecem essa experiência;

  • Envolva o corpo do outro – A ideia de que beijar depende só da boca é muito, muito furada. O ideal é aquele beijo que envolve por completo o corpo do outro, e isso tem relação com abraçar o seu parceiro, com entrelaçar as suas pernas na dele, com tocar seus braços, seu pescoço, seus ombros e suas costas.

Dá para pressionar o corpo dele no seu de forma mais funcional e ideal, mesmo, e nesse caso todo mundo sai ganhando, porque o beijo tem muito mais pegada, mas também muito mais carinho;

  • Lembre de provocar – A provocação é super estimulante quando se trata de beijar alguém e ela pode fazer toda a diferença nos movimentos do seu beijo. Por exemplo, se você se afasta do beijo rapidamente e olha nos olhos do parceiro, sorrindo de forma super maliciosa ele vai te desejar demais.

Da mesma maneira você também pode afastar os seus lábios e acariciar de forma mais suave o lábio inferior dele, usando os seus dedos. A boca meio aberta inspirando e expirando junto dele também é super sexy e sensual, assim como o ato de encostar de forma mais suave os lábios, mas não beijar necessariamente;

  • Descubra a sua técnica – A verdade é que por mais que você treine e estude formas de beijar a sua maneira de fazê-lo é única. É claro que você pode ir adaptando o que aprende ao seu estilo e a sua forma de beijar, mas isso também funciona com o seu parceiro.

Se não deu para entender a gente explica: o ato de beijar a dois depende obviamente de duas pessoas. Se você quer fazer isso da melhor maneira possível o ideal é que vá percebendo as reações do outro e programando elas de acordo com a sua forma de beijar.

Assim fica bem mais gostosa e mais completa a experiência, e você com certeza vai curtir muito tudo que vai descobrir com ele sobre a forma de vocês de beijar;

  • Faça um triângulo – O triângulo do beijo é super conhecido e funcional. Significa basicamente você dar um beijo leve nos lábios do parceiro, para depois beijar as suas bochechas e em seguida beijar o pescoço. Uma vez que o pescoço foi beijado aí você já pode beijar com muita vontade os lábios.

É claro que algumas mulheres vão se apressar demais e acabar pulando de um ponto a outro sem aviso, mas não. O ideal é que você dê esse beijo mais potente depois de fazer todo um caminho de beijinhos pelo triângulo bochecha, pescoço e boca. Assim tudo fica mais prazeroso e mais gostoso;

  • Nunca deixe de morder – Mas para morder e dar o beijo perfeito é necessário saber ser gentil e suave, sem força e sem tanta firmeza assim. Beijar delicadamente primeiro os lábios, para depois puxar levemente uma parte da boca dele para a sua, mordiscando levemente em seguida.

A ideia aqui, óbvio, não é causar dor ou incômodo, mas sim mostrar tudo de bom que você pode trazer ao seu parceiro. A graça é essa e com certeza o charme é esse;

  • Não chupe demais – As chupadas não estão proibidas de jeito nenhum, mas é preciso que elas sejam mais leves do que normalmente é feito. É necessário que parte dos lábios do seu parceiro parem entre seus dentes, e aí você pode fazer uma técnica de sucção mais potente, mas ainda assim sem pesar demais.

A proposta é que a pressão seja feita com calma e tranquilidade, e sem pressa, porque se você suga exageradamente com certeza vai machucar. Todo cuidado é pouco, e o ideal é não repetir demais a aposta;

  • Use as mãos – Como já falamos essa coisa de mão parada na hora de beijar simplesmente não está com nada. Toque seu parceiro, abrace-o, acaricie ao máximo e até mesmo esfregue, deixando ele mais aquecido no tronco ou nas pernas…

Lembrar de puxar o seu parceiro para você pode sempre ser legal e muito sexy, assim como colocar as suas mãos no seu pescoço, ou fazer carinho no rosto dele enquanto o beija;

  • Prepare a orelha – Sim, existem alguns tipos de beijo que envolvem as orelhas do seu parceiro, e isso tem um motivo muito simples e muito lógico: essa é uma das partes do corpo mais sensíveis!

Isso faz com que qualquer toque nela quando a sua boca está sendo estimulada já seja super delicioso. Uma ideia interessante é chupar esse órgão de forma leve, mas carinhosa, mas sem nenhuma pressão exagerada, porque pode machucar e você não vai querer fazer isso acontecer;

  • Fuja da ideia de beijar por sexo – O beijo perfeito pode sim te levar até o sexo, mas essa troca de carinhos especial não pode acontecer só por esse motivo. Longe disso, na verdade. Quando você troca esse tipo de carícia com o seu parceiro aumenta a conexão entre vocês, aumenta a autoestima de cada um e também melhora a saúde.

Sim, seu corpo vai reduzir a pressão dos batimentos cardíacos sobre o sangue, vai aumentar a quantidade de substâncias de qualidade e ainda vai aliviar o seu estresse, sendo ótimo inclusive para colaborar na queima de calorias.

Isso sem falar no quanto beijar pode ser relaxante e tranquilizador. Só quem beijou sabe o quanto pode se sentir de boas depois de trocar esse tipo de carinho por algum tempo com quem gosta, sem se preocupar com mais nada, só curtindo e vivendo esses momentos gostosos.

É certo que isso vale muito, vale demais e não podemos deixar só para os momentos de preliminar. É algo que deve rolar sempre e que se rolar vai ser incrível e delicioso para todo mundo, em todos os sentidos e de todas as formas;

Cuide da sua autoestima

Um problema que trava muita gente quando se trata de beijo é não se sentir confiante. Demos aqui algumas dicas para você ser capaz de beijar melhor, mas se você não crê no seu potencial para fazer esse tipo de carinho ser incrível fica muito complicado curtir e aproveitar ao máximo. Essa que é a verdade.

O ideal é que você tente entender o que te trava e te joga para baixo, para resolver essas questões de uma maneira mais funcional com você mesmo, e uma vez que tiver acontecido aí ir treinar técnicas.

Também é legal ser franco com o parceiro e mostrar seus medos e vulnerabilidades, porque isso mostra sua humanidade e beleza como indivíduo, e se o cara realmente gostar de você vai querer treinar aquele toque único junto contigo.

O beijo perfeito pode ser incrível, mas para ser de verdade você tem que se sentir bem e se sentir preparada. Siga as nossas dicas, pense no seu amor próprio, na sua autoestima e sobre todas as coisas na sua vontade de ver isso rolando, e quando se perceber pronta e preparada não tema se jogar e curtir ao máximo toda essa experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *