Descubra Como Superar Uma Decepção Amorosa E Conhecer Novas Pessoas

Uma decepção amorosa balança os mais diversos pontos da vida pessoal de uma mulher: sua autoestima, autoconfiança, vontade de se relacionar novamente, visão em relação ao amor, produtividade…

Não é segredo nenhum que uma separação, seja de um relacionamento casual ou um divórcio, pode deixar uma mulher insegura por anos em relação a si mesmo e ao mundo.

Porém, isso não deve – e não pode – ser assim. É preciso ter acesso e colocar em prática dicas e mecanismos para recuperar a qualidade de vida psicológica e, mais ainda, física.

Descubra Como Superar Uma Decepção Amorosa E Conhecer Novas Pessoas

 

O importante durante todo esse processo é compreender que o trabalho feito diz muito mais respeito a si mesma do que ao outro. Sem a adoção de alguns hábitos que promover amor próprio e autoestima, isso se mostra muito mais difícil.

Ao ter acesso a mais informações sobre o assunto, é possível recomeçar em qualquer fase da vida e se reconectar com o amor.

Lidando com a decepção amorosa

Uma decepção amorosa pode acontecer por diversos fatores. Seja por uma traição, por uma comunicação falha, por deslealdade, por pouca empatia aos problemas do casal…

São inúmeros os motivos que levam um casal a se separar, incluindo a baixa procura por resiliência, que é melhor explicada no texto “Como a resiliência pode melhorar o relacionamento amoroso?”.

Porém, independentemente dos motivos relacionados à dor do término, é fundamental caminhar, respeitando o próprio tempo, em direção à cura psicológica e física de si mesma.

Abaixo, serão abordados alguns tópicos que podem auxiliar mulheres de todas as idades a renascerem e a aprenderem com suas experiências, dando uma nova chance ao amor.

  • Superando o medo do amor
  • Dicas para encontrar um novo parceiro amoroso
  • Hábitos da mulher que está pronta para se relacionar novamente
  • Dicas para conhecer novas pessoas
  • Uma nova perspectiva

Ao abordar todos eles, ao final da leitura, será possível criar um roteiro que atenda às suas expectativas individuais, caminhando em direção à felicidade.

Descubra Como Superar Uma Decepção Amorosa E Conhecer Novas Pessoas

Superando o medo do amor

Um dos principais pontos negativos que uma decepção amorosa pode trazer é o medo do amor.

Seja por medo de se decepcionar novamente, ou por achar que você nunca mais será capaz de encontrar um parceiro ou parceira que a faça feliz, não é incomum ver mulheres que abdicam de si mesmas e da sua felicidade por medo.

Além disso, a sociedade machista em que vivemos faz com que muitas pessoas pensem que estão “velhas demais” para encontrar o amor ou que valem mais ou menos por carregarem consigo o estigma do divórcio.

Isso não é verdade – e a primeira coisa a se fazer ao buscar se reconectar com o amor e conhecer novas pessoas é deixar esses pensamentos de lado, bem como pessoas que dizem esse tipo de coisa para você.

Nessa hora, a ditado que diz “antes só do que mal acompanhada” faz todo o sentido.

Em seguida, é preciso analisar alguns pontos que podem fazer com que o medo do amor se torne ainda maior do que o necessário:

  • Dependência

Muitas vezes, em função de relacionamentos de longo prazo, muitas mulheres podem sentir que se tornaram dependentes financeiras e emocionais de seus parceiros.

Caso a união termine, não é incomum que as mulheres que não investiram em sua carreira – independentemente dos motivos – sintam que estão desamparadas e sem saída.

Essa dependência pode tornar a superação de uma decepção amorosa ainda mais complicada, além de afetar amplamente a autoestima da mulher.

  • Insegurança

Se sentir pouco ou nada é algo que atua diretamente na forma como as mulheres que passaram por uma decepção amorosa encaram o amor.

A insegurança pode consumi-las tanto, que elas passam a acreditar que não merecem uma nova chance no amor, que nunca mais vão se sentir lindas, amadas e queridas e que não devem investir mais nesse sentimento.

  • Tempo

Outro fator que impede mulheres de superarem seus relacionamentos passados, ou a dor advinda delas, é não respeitar o próprio tempo de cura.

Enquanto algumas mulheres pensam que devem buscar um recomeço imediato, outras não se permitem abraçar a própria vulnerabilidade e acabam expostas, a longo prazo, a medos debilitantes, como os advindos de ansiedades e síndromes.

  • Baixa pro atividade

Finalmente, um grande ponto responsável por impedir uma mulher de seguir em frente é, simplesmente, não tentar.

O medo de errar faz com que ela não se arrisque e se mantenha constantemente em uma zona de conforto que a impede de evoluir, de se adaptar ao novo e de buscar novas experiências.

Existe uma solução para cada um desses problemas – e é preciso começar a colocá-las em prática para encontrar novamente a merecida felicidade.

Dicas para encontrar um novo parceiro amoroso

É possível que você esteja passando por um ou mais dos problemas acima citados. Se esse for o caso, não tem problema, é possível começar a aplicar as dicas abaixo e iniciar seu processo de recuperação:

  • Encontros profissionais, workshops e a tecnologia

Por mais que, especialmente se toda a sua vida foi dedicada às tarefas domésticas e aos filhos, pareça impossível conseguir um emprego, uma carreira ou, pelo menos, um sustento próprio, saiba que isso é mais do que possível.

Através de encontros profissionais, que buscam justamente estimular mulheres e homens a encontrar e desenvolver seus talentos, workshops, que ensinam novas técnicas e modernizam profissionais, os dias de dependência ficaram para trás.

Além disso, o investimento na autonomia financeira e em uma carreira trabalha também a dependência emocional, uma vez que traz mais autoestima e autoconfiança para a mulher, que passa a gerenciar novas áreas de sua vida.

Se você já possui uma carreira, você pode contar com tecnologias como sites de networking (redes de contato), LinkedIn, redes sociais em geral e fóruns para divulgar seus serviços e conferir dicas para otimizá-los.

O importante, aqui, é saber que há vida além dos relacionamentos amorosos – e que é através de independência que se torna possível recomeçar de verdade.

  • Autoestima

A insegurança é um problema que pode ser solucionado através da melhora da autoestima.

Por mais que pareça fácil falar, é trabalhando a forma como você mesma se enxerga que permitirá que você entenda seu valor.

Novamente, a presença da mulher em uma sociedade machista não ajuda muito, mas é preciso cultivar boas ideias próprias para não se deixar levar por comentários negativos e limitantes.

É claro que uma mulher insatisfeita com a própria aparência pode – e deve – tomar medidas de autocuidado para melhorar esse quadro, seja através de práticas físicas, de uma alimentação mais saudável ou de procedimentos estéticos.

Afinal de contas, essas atividades melhoram todo o corpo: pele, cabelos, saúde do organismo, unhas, peso, disposição…

Porém, mas mudanças buscadas não acontecem do dia para a noite e, por isso, é preciso aceitar e amar a pessoa que você é hoje. Ao fazer isso, promove-se o autocuidado da saúde de seu organismo, física e mental – tendo como consequência um embelezamento natural.

A busca pela autoestima não se inicia na mudança de quem você é. Ela se inicia no amor que você já sente por você mesma – e que culmina em bons resultados.

  • Respeito a si mesma

Respeitar seu próprio tempo de absorção dos fatos e de dor é fundamental para buscar a cura de uma decepção amorosa.

De nada adianta se afundar em distrações, em trabalho, nem mesmo em novos relacionamentos, se você não estiver pronta para isso.

É essencial apostar em fazer uma autoanálise e, através dela, permitir que você fique ciente de suas necessidades, buscando nutrir a si mesma antes de se envolver em quaisquer atividades.

 

  • Ajuda profissional

Nem sempre é possível conquistar autonomia, autoestima e respeito próprio sozinha. Algumas situações realmente abalam o psicológico de formas graves –e não é vergonha alguma buscar ajuda profissional.

Além disso, é preciso ter em mente que a terapia junto a um profissional de psicologia não é recomendada apenas para quem está com problemas, mas até mesmo para pessoas que desejam apostar em autoconhecimento.

Procure um profissional em sua cidade. Existem universidades locais que oferecem até mesmo tratamentos gratuitos!

  • Aplicativos de relacionamento

Para superar uma decepção amorosa é preciso ter proatividade, sair de casa e, de fato, colocar em ação o plano de conhecer novas pessoas.

Se você ainda não passou pelos processos acima, você pode começar até mesmo de casa, através de aplicativos de relacionamento, como o Tinder e o Happn.

Basta adicionar algumas fotos e informações sobre você, sendo honesta sobre o que você procura e se comunicar com pessoas que compartilhem os mesmos interesses que você.

Hábitos da mulher que está pronta para se relacionar novamente

Com o tempo, colocando as dicas acima em prática, será possível começar a identificar comportamentos que indicam que você está realmente pronta para começar a se relacionar novamente.

Existem alguns hábitos que demonstram que uma mulher está pronta para se relacionar novamente:

  • Autossuficiência e autocuidado

A mulher que busca ser dona do próprio destino se ama e se cuida. A cada passo, ela busca desenvolver seus pontos fortes e solucionar pedaços de sua personalidade e físico com os quais ela não está satisfeita.

Ela conhece seus hobbies e investe neles, mesmo de forma gratuita – como através de cursos online e de palestras locais.

Se conhecendo e se cuidado, se torna muito mais simples conhecer pessoas que compartilham da mesma visão de vida e de mundo.

  • Sinceridade

A mulher pronta para se relacionar concede, mas não pratica atividades que não façam parte de seus interesses. Ela não muda sua personalidade para agradar terceiros.

Além disso, ela se comunica claramente e de forma produtiva quando algo a incomoda, impedindo que novas decepções ocorram sem aviso.

  • Sem comparações

Uma mulher que deseja se tornar bem resolvida amorosamente não se compara com outras mulheres.

Ela entende que é única e merece amor – e que para isso ela não precisa ser mais jovem, se enquadrar em padrões ou agir como outras mulheres.

  • Novas experiências

Uma mulher pronta para se relacionar deixa sua zona de conforto e busca novas experiências. Ela busca por novas atividades sociais e culturais, aumenta seu leque de conhecimento e sua rede de contatos – sejam eles amigáveis, profissionais ou amorosos.

  • Atividade

A mulher moderna e autossuficiente é ativa. Ela entende que o exercício físico está muito mais relacionado a bem-estar e qualidade de vida do que à aparência física, mas também o usa para aprimorar sua autoestima.

A atividade física promove mais felicidade, um melhor sono, maior produtividade, é claro, resultados estéticos que auxiliam na autoconfiança.

  • Amizades

Ter alguém para conversar é fundamental – e mesmo a mulher mais bem resolvida do mundo precisa de amigos e pessoas que a escutem.

Se cercar de pessoas que estimulam seu crescimento pessoal e que auxiliem você a enxergar seus pontos fortes em um momento que a baixa autoestima pode dominá-la pode fazer toda a diferença em seu processo de cura.

Ao mesmo tempo, se livrar de pessoas que julguem, ofendam ou diminuam suas escolhas e seu processo também é fundamental.

Alimentar todos esses hábitos, mesmo que eles ainda não tenham sido plenamente conquistados, permite uma cura muito mais rápida e saudável de uma decepção amorosa.

A dor de qualquer término é inevitável, mas ela não precisa impedir você de ser feliz – primeiramente sozinha e, depois, se você decidir, acompanhada.

Decepção Amorosa

Dicas para conhecer novas pessoas

Ao chegar nesse ponto, já se tornou mais fácil entender que o segredo para superar uma decepção amorosa e conhecer novas pessoas está muito mais relacionado a você mesma do que aos outros.

Qualquer mudança que não é feita por vontade própria – e sim para agradar a terceiros – tende a gerar frustração e medo do novo.

Ao buscar entrar em uma nova fase da sua vida, é fundamental cuidar de si mesma antes de qualquer coisa, conhecendo suas necessidades, interesses e expectativas e, somente depois, compartilhando-as com outras pessoas.

Uma decepção amorosa não tem hora e nem lugar para acontecer, mas o que realmente importa não é buscar se livrar da dor, mas sim gerenciá-la de forma a aprender com ela e usar suas experiências para buscar sempre evoluir e se dar uma nova chance para amar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *